• Home »
  • Destaque »
  • Volta de Eurico e ilusões: a construção do cenário que assombra a torcida do Vasco

Volta de Eurico e ilusões: a construção do cenário que assombra a torcida do Vasco

Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press

Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press

Por Bruno Louzada

A derrota para o CRB foi a gota d’água. Protesto contra o presidente e vaias ao time, que não consegue sequer liderar a Série B. O torcedor cruzmaltino não aguenta mais. Gestões desastrosas e momentos de ilusão, a última década vascaína não é digna da história do clube.

Três rebaixamentos em oito anos – o time virou motivo de chacota. Hoje, corre risco de não vencer a segunda divisão novamente, como em 2014. Os mais pessimistas falam até em não subir. Neste intervalo, uma conquista de Copa do Brasil, exceção gigantesca. Gastaram mais do que podiam, montaram um grande time, mas a conta chegou. E bateu forte à porta. A segunda queda deu a Eurico a força para voltar.

E votaram nele, mesmo com o passado recente bem claro. A administração de Roberto Dinamite, afinal, deu brecha para isso. E o Respeito voltou. Pena que foi uma ilusão. As vitórias seguidas em clássicos contra o Flamengo esconderam os graves defeitos do Vasco. Esconderam a sujeira debaixo do tapete. A falta de planejamento na formação do elenco resultou no terceiro rebaixamento. Inimaginável. Três é demais.

É difícil e triste dizer isso, mas, hoje, o Vasco só é grande na torcida e na história. Dentro de campo, é um time como qualquer outro. Não mete medo no CRB. O Gigante da Colina passou a viver de raros momentos, além de torcer contra os rivais. Uma torcida extremamente carente passou a superdimensionar vitórias no Basquete contra o Flamengo.

Torcedor vascaíno, não entenda isso como uma diminuição do seu time, não tome como desaforo. Eurico, Dinamite e suas turmas fizeram isso com o Vasco, não eu. Você precisa voltar a sonhar grande, a brigar por título – não só o Carioca. O torcedor mais jovem só pegou o momento trágico. O vascaíno de 10, 15 anos, só conhece o verdadeiro Vasco nos livros e dvds. É duro aceitar, mas o clube precisa voltar a ser grande em campo.

O sentimento não vai parar, sabemos. E nunca esqueçamos: Eurico Miranda só está lá porque votaram nele.

Comments