• Home »
  • Brasil »
  • Tricolor sai da fila? Relembre o último título nacional do Grêmio

Tricolor sai da fila? Relembre o último título nacional do Grêmio

 

Copa do Brasil de 2001 foi o último título nacional do Grêmio (Baú do futebol - Pnlopes)

Copa do Brasil de 2001 foi o último título nacional do Grêmio (Baú do futebol – Pnlopes)

Por Rafael Campos

A noite desta quarta-feira pode ser uma das mais importantes da história do Grêmio. Não é pela chance do quinto título da Copa do Brasil, e sim, por poder encerrar uma grande espera. Desde 2001, o tricolor não consegue uma conquista relevante. A última aconteceu há 15 anos, no mesmo torneio nacional.

A fila perdura em competições nacionais. De lá pra cá, o Grêmio levantou a taça do Campeonato Gaúcho três vezes (2006, 2007 e 2010). Além de não vencer o estadual há seis anos, o título, muitas vezes, é pouco para o torcedor.

Copeiro, quis o destino colocar a Copa do Brasil, mais uma vez, no caminho do Grêmio. Afinal são quatro conquistas no torneio. O grito de campeão, entalado na garganta dos gremistas pode, enfim, ecoar, em Porto Alegre. Basta a equipe do Sul administrar os dois gols de vantagem sobre o Atlético-MG, conquistados na partida de ida, na vitória por 3 a 1, no Mineirão.

Para os gremistas, fica a esperança para que Renato Gaúcho tenha o mesmo comando que Tite. Assim como Luan seja Luis Mário, Douglas seja Zinho, Geromel seja Mauro Galvão, como tantos outros.

Copa do Brasil de 2001

Há 15 anos, o título veio fora de casa. Na primeira partida, disputada no Olímpico Monumental, empate por 2 a 2, contra o Corinthians. Os paulistas abriram dois gols de vantagem, mas Luis Mário, em tarde inspirada, conseguiu igualar a partida. Veja a ficha técnica do jogo:

Data: Domingo, 10 de Junho de 2001 – 16:00 hs (de Brasília)
Estádio: Olímpico Monumental, em Porto Alegre, RS
Público: 50.313 pagantes
Cartões: Amarelos – Rubens Cardoso e Eduardo Costa (GRE); Éwerthon, Otacílio, Scheidt e André Luis (COR).
Gols: Marcelinho Carioca, aos 29’1º, Müller, aos 6’/2º (COR), Luis Mário, aos 18′ e 25’/2º
Grêmio: Danrlei, Marinho, Mauro Galvão (Róger), Ânderson Polga; Ânderson Lima, Eduardo Costa, Tinga, Zinho, Rubens Cardoso; Luis Mário e Warley (Cláudio Pitbull) – Tite
Corinthians: Maurício, Rogério, João Carlos, Scheidt, Kléber; Otacílio, André Luis (Gil), Marcelinho Carioca (Pereira), Ricardinho; Muller (Marcos Sena) e Éwethon – Luxemburgo

Em pé: Daniel, Gavião, Ânderson Polga, Ânderson Lima, Mauri Galvão, Marinho, Róger e Eduardo; Agachados: Fábio Baiano, Warley, Renato Martins, Luiz Mário, Tinga, Marcelinho Paraíba, Zinho, Rubens Cardoso e Itaqui; Técnico: Tite

Em pé: Daniel, Gavião, Ânderson Polga, Ânderson Lima, Mauri Galvão, Marinho, Róger e Eduardo; Agachados: Fábio Baiano, Warley, Renato Martins, Luiz Mário, Tinga, Marcelinho Paraíba, Zinho, Rubens Cardoso e Itaqui; Técnico: Tite (Baú do futebol – Pnlopes)

Ninguém foi satisfeito para o segundo jogo. O Corinthians amargava o empate, após grande vantagem. Já o Grêmio não estava satisfeito com a igualdade em casa. Apesar de um Morumbi lotado, na expectativa do título corintiano, o tricolor não tomou conhecimento e mostrou que entendia de Copa do Brasil, conquistando o torneio pela quarta vez.

Data: Domingo, 17 de Junho de 2001 as 16:00 hs hs (de Brasília)
Estádio: Morumbi, em São Paulo, SP
Público: 80 000 pagantes
Cartões: Amarelos -Gil, Éwerthon João Carlos e Kléber (Cor); Ânderson Lima, Alex Xavier e Róger (Gre); Vermelho – Scheidt, aos 25′ minutos do 2º tempo
Gols: Marinho, aos 45’/1º, Zinho, aos 2’/2º (GRE); Éwerton, aos 30’/2º (COR); Marcelinho Paraíba, aos 42’/2º (GRE)
Corinthians: Maurício, Rogério (Andrezinho), João Carlos, Scheidt, Kléber; Otacílio, Marcos Senna (Pereira), Ricardinho, Marcelinho Carioca; Muller (Gil) e Éwethon – Luxemburgo
Grêmio: Danrlei, Marinho, Mauro Galvão (Alex Xavier), Ânderson Polga; Ânderson Lima (Itaqui), Tinga, Róger, Zinho, Rubens Cardoso (Fábio Baiano); Luis Mário e Marcelinho Paraíba – Tite

Comments