• Home »
  • Destaque »
  • Sérgio Vieira é demitido do América-MG após mais uma derrota. Trocas de treinadores diminuíram 47% nesse ano

Sérgio Vieira é demitido do América-MG após mais uma derrota. Trocas de treinadores diminuíram 47% nesse ano

Treinador foi dispensado após derrota por 3 a 0 em casa para o Santa Cruz

Por Rodolfo Lamas

Na lanterna do Brasileirão, o América-MG realizou a nona troca de treinador dessa atual competição. O português Sérgio Vieira durou apenas 43 dias no comando da equipe mineira. O próprio coelho inclusive é o responsável por uma outra mudança – Givanildo Oliveira já havia sido demitido no começo do campeonato.

A passagem de Sérgio Vieira pelo América-MG foi relâmpago. Foram apenas nove partidas disputadas, com oito derrotas e somente um triunfo. O que pesou na decisão da diretoria foram as recentes atuações da equipe. Nos últimos jogos o time mineiro caiu muito de produção. Já são seis partidas consecutivas sem marcar sequer um gol.

Afundado na lanterna do Brasileirão, o América-MG conquistou apenas 8 pontos. São duas vitórias em 15 rodadas. Já são nove pontos para o primeiro time além da zona de rebaixamento, o Botafogo, que tem 17 pontos.

Sem o português, Cláudio Prates assumirá o comando interino até que seja anunciado o novo comandante.

O próximo compromisso do Coelho é contra o Flamengo, no Espírito Santo.

 

Redução nas demissões de técnicos

Das nove trocas que o torneio registra até o momento, em apenas cinco houve demissão. Aconteceu uma redução de 47% em relação ao ano passado, quando doze técnicos já tinham sido demitidos de seus times até a 15ª rodada.

Nesse ano, Givanildo Oliveira, Sérgio Vieira, ambos no América, Argel Fuks, no Inter, Vinicius Eutrópio, no Figueirense e Gilson Kleina, no Coritiba foram dispensados. Enquanto Muricy Ramalho deixou o Flamengo por problemas médicos, Tite saiu do Corinthians para assumir a Seleção Brasileira, Aguirre pediu para sair do Atlético-MG e Guto Ferreira deixou a Chapecoense para comandar o Bahia, na Série B.

LEIA TAMBÉM -> Série A de 2016 começa com mais trocas de técnico do que no ano passado

 

Comments