Robinho e Diego se reencontram pela terceira vez na carreira

A parceria entre Robinho e Diego deu certo no Santos (Foto: Fernando Santos/Folha Imagem)

A parceria entre Robinho e Diego deu certo no Santos (Foto: Fernando Santos/Folha Imagem)

Por Rafael Campos

Juntos fizeram sucesso. Quem não se recorda de Robinho e Diego atuando lado a lado pelo Santos? O título brasileiro de 2002 carimbou a parceria, que vai além das quatro linhas. Na sequência da carreira, seguiram para a Europa e se enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada. Agora, de volta ao Brasil, se encontram, novamente de lados opostos, por Atlético-MG e Flamengo.

Robinho e Diego juntos

Maiores destaques do Santos entre 2002 e 2004, os jogadores infernizaram as defesas adversárias, nesse período. A parceria rendeu o título brasileiro, acabando com o jejum de 18 anos do alvinegro praiano, que não vencia uma competição desde 1984. Além do vice na Libertadores da América, em 2003, também levaram o Brasileirão, uma temporada depois.

A parceria seguiu até a Seleção Brasileira. Em 2007 conquistaram juntos a Copa América, no comando do técnico Dunga. Diego foi pouco aproveitado, atuando apenas uma vez como titular. Já Robinho foi destaque da equipe e considerado melhor jogador da competição.

Robinho vence Diego

Getty Images

Getty Images

A primeira vez que os jogadores se enfrentaram foi em 2007. Pela Liga dos Campeões, Real Madrid e Werder Bremen estavam no Grupo C. No Santiago Bernabéu, a partida entre espanhóis e alemães terminou com triunfo por 2 a 1 dos donos de casa. Van Nisteirooy e Raúl marcaram para o Real, enquanto Sanogo descontou para o Werder. Diego foi titular na partida, recebeu cartão amarelo e na se destacou. O parceiro Robinho começou no banco de reservas e entrou aos 31 do segundo tempo, antes do gol da vitória madridista.

Diego dá o troco em Robinho

Foto: Reprodução / Instagram

Foto: Reprodução / Instagram

Sete anos depois do primeiro duelo, também pela Liga dos Campeões, se encontraram. Na segunda partida das oitavas de final da competição, o Atlético de Madrid bateu o Milan por 4 a 1, no Vicente Calderon. Outro Diego foi o grande nome do jogo, Costa marcou dois gols. Além do atacante, Turan e Raúl Garcia anotaram para os colchoneros e o brasileiro Kaká descontou para os Italianos. Ribas e Robinho começaram a partida entre os reservas e o rei das pedaladas ainda recebeu cartão amarelo.

Comments