Que fase! Dzeko não para de fazer gols e permite Roma seguir Juve

dzeko-esulta-roma-agosto-2015-ifa

Por Bruno Louzada

Não é de hoje que o futebol italiano tem apenas um candidato ao título. A hegemonia da Juventus chega a deixar o campeonato sem graça recentemente. Napoli e Roma buscam quebrar a dominância da Velha Senhora, e nesta temporada o time da capital tem um “reforço” importante.

Marcado por altos e baixos na carreira, Dzeko se encontrou nesta temporada. Já são dez gols no italiano – artilharia da competição, com média de um gol por jogo. O mais impressionante é que o bósnio, só neste começo de 2016/17, já dobrou o número de gols que tinha pela Roma. Na temporada anterior, foram dez gols nas 39 vezes que entrou em campo. O show mais recente foi na vitória por 3 a 1 sobre o Sassuolo, com dois gols do camisa 9.

 

Volta por cima

Os grandes investimentos no Manchester City fecharam a porta para Dzeko no clube. Depois de gols decisivos, trocou a Inglaterra pela Itália, e chegou a Roma por 11 milhões de euros. Visto como uma boa contratação, o bósnio decepcionou no primeiro ano. Mais marcado pelos gols perdidos, ganhou da torcida o apelido de “Edin Cieco” (cego, em italiano). Agora, de olhos bem abertos, vê a líder Juve a apenas dois pontos na tabela do campeonato.

O jogador comentou a dificuldade de adaptação à Serie A. Depois de títulos com Wolfsburg e City, Dzeko destacou a força defensiva dos italianos. “É muito difícil para os atacantes por aqui, porque sempre tem pelo menos dois defensores te acompanhando”, comentou.

 

Artilheiro na seleção

Dzeko é, de longe, o maior artilheiro da seleção. São 49 gols em 83 jogos. Mais de 20 em relação ao segundo colocado. Apesar disso, decepcionou na Copa do Mundo 2014, como toda a seleção do país. Disputando pela primeira vez a competição, o time ficou atrás de Argentina e Nigéria, e acabou eliminado na fase de grupos. A única vitória foi sobre o Irã e ficou o gostinho amargo para uma boa geração – Dzeko, Ibisevic, Pjanic…

Comments