Pretendido por grandes do Brasil, Pottker tem bom início na Ponte

Atacante se destacou no Campeonato Paulista e despertou o interesse de Corinthians, Santos Botafogo antes de ir para a macaca

William Pottker, atacante de 22 anos foi o artilheiro do Linense do Paulistão, marcando sete gols na primeira fase da competição. O jovem estava emprestado pelo Figueirense enquanto disputava o estadual. Depois do destaque no início do ano, Pottker vem brilhando novamente, agora pela Ponte Preta, disputando o Brasileirão.
São oito jogos pela equipe de Campinas no Campeonato Brasileiro e quatro gols. Apesar de não estar em um equipe de ponta no país, o jogador tem a concorrência de atacantes experientes na Ponte Preta. Wellington Paulista e Roger já rodaram por grandes clubes do Brasil antes de atuarem novamente pela macaca.
William Pottker foi titular em apenas três jogos da Ponte. Os últimos da equipe, que está sem perder desde então, com um empate, fora de casa, contra o Vitória, vencendo o Santa Cruz, também fora, e o São Paulo, em casa.
O primeiro gol do atacante pela Ponte veio logo em sua segunda exibição. Ele deu os três pontos para a macaca contra a Chapecoense, aos 44 do segundo tempo, no Moisés Lucarelli. Pottker voltou a marcar apenas quando foi titular pela primeira vez, enfrentando o Vitória, no Barradão, garantindo o empate por 1 a 1. Novamente no Nordeste, o atacante voltou a marcar. Sua melhor atuação com a camisa da Ponte Preta foi contra o Santa Cruz, com dois gols marcados e vitória por 3 a 0, no Arruda.

Pottker teria chances em times que brigam na parte de cima da tabela?

O Botafogo perdeu a disputa pelo atacante com a Ponte Preta, principalmente pela boa relação da equipe de Campinas com a Elenko Sports, empresa que agencia a carreira do jogador. O alvinegro carioca é o 15º colocado do brasileirão e ainda está formando sua equipe titular. Com a campanha irregular dos cariocas e de seus atacantes, Pottker poderia ter chances no time principal.
Em São Paulo a concorrência seria mais acirrada. No Santos o ataque conta com a presença confirma de Gabriel, mas a ida do atacante para a seleção seria uma boa oportunidade de Pottker garantir sua vaga. Hoje Coppete e Rodrigão estão nas graças da torcida, mas, até então, nenhum atacante tinha se firmado na equipe praiana, que se interessou pelo destaque do Linense no Paulistão.
O flerte de Corinthians, no primeiro semestre, com Pottker foi grande. O jogador chegou a dizer que o clube era o “maior do Brasil” e recebeu elogios do técnico Tite, que comandava a equipe. Mesmo com o treinador, que hoje está na Seleção Brasileira, o alvinegro não acertou um nome para o comando do ataque. Hoje com Cristóvão Borges o cenário é o mesmo, o que seria ideal para o atacante da Ponte Preta.

Comments