Nadal é eliminado do US Open e tem pior temporada em 12 anos

Espanhol não chegou às quartas de final de nenhum Grand Slam em 2016

Por Bruno Louzada

O Aberto dos Estados Unidos era perfeito para Rafael Nadal até o jogo contra Lucas Pouille, pelas oitavas de final. Sem perder nenhum set até então, o espanhol tentava salvar a temporada no que diz respeito aos Grand Slams. Mas com grande atuação, o francês de apenas 22 anos bateu o multicampeão por 3 sets a 2 (6-1, 2-6, 6-4, 3-6 e 7-6 (8-6)) e encerrou a participação de Nadal em Slams no ano de 2016.

Com esse resultado, a atual temporada passa a ser a pior do Touro desde 2004, quando era apenas uma promessa, sem grandes títulos. Depois do primeiro título em Roland Garros, em 2005, Nadal venceu pelo menos um dos quatro grandes torneiros do tênis todo ano até 2014. No ano passado não conquistou nenhum deles, mas chegou em duas quartas de final.

Em 2016, parou na primeira fase do Australian Open, na terceira em Roland Garros e na quarta rodada em Nova York. O espanhol não disputou o torneio de Wimbledon para se recuperar de uma lesão no punho e chegar em forma para a disputa dos Jogos do Rio. Nas Olimpíadas, o ouro veio nas duplas, ao lado de Marc López. No simples, parou nas semifinais para o argentino Del Potro.

Rafael Nadal eliminado do US Open

O ouro na Rio 2016 foi o único bom resultado do tenista esse ano. (Foto: SkySports)

Esta temporada também é a pior desde 2004 em número de títulos da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Até aqui são apenas dois troféus – em Barcelona e no Masters 1000 de Monte Carlo.
O ano de 2016 ainda tem outra marca negativa para o espanhol: é a pior porcentagem de vitórias/derrotas em 12 anos, e fica abaixo da média da carreira do jogador. Até o momento, Nadal tem marca de 34-11, que caracterizam 75,6% de vitórias. Na carreira, são 801-171, 82,4% de triunfos.

Sequência do US Open

Com a vitória sobre Nadal, Pouille avançou às quartas de final e faz duelo de franceses contra Gael Monfils. Do mesmo lado da chave, Tsonga aguarda o vencedor de Djokovic e Kevin Edmund-ALE. Do outro lado da chave masculina, ainda pelas oitavas de final, temos os seguintes duelos: Thiem x Del Potro; Marchenko x Wawrinka; Nishikori x Karlovic; Dimitrov x Murray.

Brasileiros na disputa

Na chave de duplas ainda temos quatro brasileiros na briga. Nas oitavas de final, Bellucci e Marcelo Demoliner enfrentam os irmãos Marc e Feliciano López. Se avançarem, pegam os irmãos Bryan. Jamie Murray e Bruno Soares jogam com Baker e Daniell buscando as quartas de final. Avançando, pegam André Sá e Guccione.

Comments