Na última grande lesão de Messi, Neymar chamou a responsabilidade e fez mais de um gol por jogo

Argentino se lesionou conta o Atlético e fica fora por três semanas

Por Bruno Louzada

O começo de tempoada era muito bom para Lionel Messi – 8 gols e 5 assistências em 8 partidas. O argentino, porém, volta a enfrentar uma lesão um ano depois. Uma ruptura no músculo da coxa direita tira Messi dos gramados por três semanas, e ele perde jogos do Barcelona e da Seleção nas Eliminatórias. Há um ano, Neymar tratou de assumir o protagonismo e foi fundamental naquele período.
Em 2015, o camisa 10 ficou fora de 29 de setembro a 8 de novembro. Neste período foram nove jogos, e Neymar marcou dez gols, além de seis assistências. O brasileiro, ao lado de Suárez, chamou o jogo para si, e aumentou sua média de gols. Recentemente, Ney tem sido mais “garçom” que matador. Até aqui, em 4 jogos, são 2 gols e 6 assistências.

Quem pode ganhar espaço

O grande favorito para entrar no time com a lesão de Messi é o turco Arda Turan. Foi ele quem entrou ontem, e também substituiu Neymar enquanto este estava fora. Outras opções que Luis Enrique tem são Denis Suarez, Rafinha e Alcácer. Com caractéristicas diferentes, Suarez e Rafinha compõem mais o meio e o time fica menos agudo. Mas há que se levar em conta que Messi têm sido muito mais meia do que qualquer outra coisa. Com Alcácer – o menos provável – ele teria um homem de mais chegada na área, mas que também se movimenta pelos setores do ataque.

O fato é que Messi faz muita falta, mas o único jogo de grande dificuldade que deve perder é a partida contra o Manchester City (pode ser que volte a tempo). Mas o Barça já passou por isso e está preparado. Neymar e Suárez que o digam.

 

 

 

 

Comments