Lesões do Dortmund tornam impossível a missão de perseguir o Bayern

Reus é a figura mais sentida nas lesões do Dortmund (Foto: CHRISTOF STACHE/Getty Image)

Reus é a figura mais sentida nas lesões do Dortmund (Foto: CHRISTOF STACHE/Getty Image)


Por Bruno Louzada
Desde a chegada de Klopp o Borussia Dortmund têm se mostrado o único time capaz de incomodar o Bayern na disputa pelo título. Nos últimos anos a missão é cada vez mais complicada. Se o atual Bayern não é tão avassalador quanto o de Guardiola, o Dortmund está longe de ser regular. O técnico Thomas Tuchel vê muitos jogadores lesionados e ainda não repetiu a escalação em dois jogos seguidos na temporada.
A Bundesliga que faz o Borussia está longe da ideal – o sexto lugar após oito rodadas deixa o time longe do líder Bayern. Já são seis pontos de diferença – 14 contra 20 dos bávaros. Nas últimas cinco partidas – somando campeonato e Champions – apenas uma vitória, 2 a 1 no Sporting. O tropeço mais recente foi nesta rodada, empate com o Ingolstadt, penúltimo colocado.
Além de perder Hummels e Gundogan para Bayern e Manchester City, respectivamente, os aurinegros ainda não contaram com o principal jogador da equipe na temporada. Marco Reus continua lesionado e ainda não conseguiu reeditar a dupla com Mario Götze.

Jogadores devendo

Se Castro e Aubameyang seguem jogando muito bem, alguns nomes não conseguem jogar tanto quanto na temporada passada. Schmelzer e Weiglsão exemplos disso. Weigl foi a grande revelação recente do Dortmund, tanto que chegou à seleção. Agora não tem conseguido qualificar a saída de bola. Dembélé, contratado nesta janela, mostra habilidade, mas tem claros defeitos na finalização.
E, claro, o caso mais grave é de Götze. Nem no Bayern nem no Borussia conseguiu repetir as atuações do começo da carreira. Com problemas físicos, o jogador não é titular absoluto e, quando teve chances, ficou devendo.

DM lotado

A lista de jogadores que estão ou já passaram pelos cuidados dos médicos do Borussia é imensa. Reus, Durm, Subotic, Guerreiro, Sahin, Bender… Este é o principal empecilho para Tuchel até aqui. Com o elenco completo já seria difícil competir com o poderoso Bayern. Sem vários titulares e reservas importantes, o Dortmund depende de muitos jovens, e não consegue manter o nível. Tudo indica que mais uma temporada alemã vai ser “meio sem graça”

Comments