Jadson completa 33 anos idolatrado por corintianos

Atualmente no futebol chines, jogador ficou apenas dois anos no clube, mas cativou os torcedores, que esperam sua volta em 2017

Por Rafael Campos

Revelado no Atlético-PR, com passagens por Shakhtar Donetsk e até no rival São Paulo, Jadson comemora seu aniversário sobre olhares atentos dos torcedores do Corinthians. Atleta do Tianjin Songjiang, da China, chamou a atenção do dos alvinegros após mudar suas fotos em redes sociais e pelas declarações de seu empresário, tornando a volta do atleta possível. No clube paulista foram 102 jogos, mas as boas atuações de 2015 deixaram saudade.

No dia 5 de fevereiro de 2014, a polêmica troca com Alexandre Pato, levou o atacante para o São Paulo e o meia para o Corinthians. Não é fácil para nenhum atleta brilhar depois de passar por um rival, como não foi para Jadson. Em sua primeira partida, no empate por 1 a 1 com o rival Palmeiras, o camisa 10 foi ovacionado pelos torcedores, quando deixou o campo para entrada de Renato Augusto, com formaria parceria de sucesso um ano depois. Foi o melhor jogador da equipe eliminada precocemente no Campeonato Paulista. O rendimento caiu e o atleta terminou a temporada como reserva, somando 44 partidas, com oito gols e 14 assistências.

Jadson foi o autor do primeiro gol da equipe na Arena Corinthians, no empate por 1 a 1 com o Botafogo, no Campeonato Brasileiro de 2014. Veja:

O mágico ano de 2015

A segunda temporada de Jadson no Corinthians, começou em baixa para o meia, que ficou perto de ser negociado pelo clube. Na pré-temporada, nos Estados Unidos, a volta de Tite indicava a titularidade de Lodeiro. Com a saída do uruguaio, o camisa 10 ganhou espaço e deixou de ser apenas uma opção para a equipe, assumindo a vaga no meio campo. O atleta foi ganhando importância a cada partida, se tornando peça fundamental no esquema 4-1-4-1 do atual técnico da Seleção Brasileira.

As eliminações no estadual e Libertadores poderiam por um fim na temporada corintiana, mas o Campeonato Brasileiro reservava ótimos momentos. Jadson foi fundamental na conquista do hexacampeonato, não apenas na armação das jogadas, mas também fazendo gols. Foram 12 assistências para os companheiros na competição, marcando 13 vezes, terceiro maior artilheiro do torneio, atrás do tmabém corintiano Vagner Love (14) e do goleador santista Ricardo Oliveira (20).

Destaque do Brasileirão, dividiu com o companheiro Renato Augusto o posto de melhor jogador da competição. A parceria rendeu até uma brincadeira feita pelo Instagram oficial do Corinthians, fazendo uma espécie de “fusão” entre os dois jogadores elegendo “Renadson” como melhor jogador de 2015.

Ligação entre Jadson e Corinthians

Mesmo com a saída da equipe paulista no início de 2016, Jadson não esconde o amor pelo clube, da mesma forma que a torcida escnacara a saudade do atleta. Em seu Twitter oficial, o jogador passou a utilizar novamente imagens do ex-clube, o que foi o suficiente para os torcedores invadirem as rede sociais do meia pedindo sua volta. Nos bastidores a negociação vem ganhando força e seu empresário não esconde a possíbilidade do retorno ao Parque São Jorge. O fato é que Jadson também faz questão de se declarar, como no aniversário do clube, que usou seu Instagram oficial para fazer uma homenagem.

 

Comments