Já caiu? Aproveitamento do América-MG é o segundo pior entre as Séries A, B e C

Coelho está com a metade dos pontos em relação ao Vitória, primeiro fora do Z4

Por Felipe Frederico

Quinta-feira é dia de clássico em Minas Gerais. O Cruzeiro vai até o Independência para enfrentar o América-MG, às 21h00. A raposa está em uma ascendente que surpreende, contando com a ótima fase do atacante Ábila. Do outro lado, o coelho busca uma sequência de vitórias para tentar sair da zona de rebaixamento, o que na altura dos acontecimentos, seria um feito heroico. O América faz uma campanha muito abaixo do esperado para o Campeão Mineiro de 2016 e está 13 pontos atrás do primeiro time fora da “zona da degola”.

Péssimo aproveitamento

O pior ataque do campeonato com apenas 14 gols em 22 partidas, a segunda pior defesa com 35 gols sofridos, e quem mais perdeu na competição – foram 15 derrotas. A campanha do América é desastrosa, e surpreende mais ainda se lembrarmos que o time é o atual campeão mineiro. O aproveitamento é de 19.7%. Comparando com os times das três primeiras divisões do Brasil, é o segundo pior aproveitamento geral, ficando na frente apenas do Guaratinguetá, que tem uma vitoria em 16 jogos.

Aproveitamento do América_MG na série A

(Arte: Felipe Frederico)

Histórico recente

Faltam 16 rodadas para o fim do Brasileirão e a missão do coelho é muito complicada. Desde 2010, o time que escapou do rebaixamento com o menor número de pontos foi o Palmeiras, que em 2014 foi a primeira equipe fora do Z4, tendo somado apenas 40 pontos. A conta mais comum são os 45 pontos, mas para chegar a isso o América precisa de 32 pontos em 16 rodadas, um aproveitamento de 66%. O Palmeiras, líder do campeonato com 43 pontos, tem um aproveitamento de 65.2%.

América-MG x Cruzeiro

Prováveis escalações:

América – MG: João Ricardo, Jonas, Alison, Sueliton, Danilo, Leandro Guerreiro, Juninho, Pablo, Matheusinho (Diego Lopes), Osman, Michael (Nilson).

Cruzeiro: Rafael; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Arrascaeta e Rafinha; Ramón Ábila.

Árbitro: Igor Junio Benevenuto – MG

Assistentes: Pablo Almeida da Costa – MG e Celso Luiz da Silva – MG.

Comments