Guia da Libertadores – Quartas de final

Veja como fica a disputa por vaga para a semi da competição continental

As partidas de ida das quartas de final da Libertadores da América 2016 mostraram um grande equilíbrio entre as equipes que permanecem vivas na competição. Nenhum clube conseguiu emplacar dois gols de diferença sobre o adversário e tudo pode acontecer. Apenas em duas partidas os mandantes venceram sem sofrer gols. Na disputa brasileira, o São Paulo larga na frente, mas o Atlético Mineiro conta com o horto para reverter a situação.

lib

Atlético Nacional x Rosário Central

Este é o único duelo das quartas que envolve duas equipes que terminaram a fase de grupos da competição em primeiro lugar. Na Argentina, com o Gigante do Arroyito lotado o Rosário conseguiu a vitória em um golaço de Montoya. Depois de perder a invencibilidade, o Atlético Nacional precisa de dois gols de diferença em casa.

O duelo é muito equilibrado, o fato de não ter levado gol em casa faz com que os argentinos levem ligeira vantagem. Em três das quatro partidas disputadas fora de seus domínios, o Rosário conseguiu marcar.

Para o Atlético fica como esperança a boa partida feita no primeiro encontro. Além disso, no duelo das oitavas de final, os colombianos mostraram um forte poder ofensivo na vitória por 4 a 2 sobre o, também argentino, Huracan.

Partida de volta: Quinta-feira, 19 de Maio – Atanasio Girardot – 22:45 (horário de Brasília)

Atlético Mineiro x São Paulo

O tricolor paulista ressurgiu na Libertadores da América. No Morumbi, foi pra cima do Atlético, contando, principalmente, com o apoio da torcida. A saída de Robinho, ainda no primeiro tempo, enfraqueceu os mineiros, que mal atacavam. O gol que deu a vantagem aos paulistas saiu no finzinho, no desvio de Michel Bastos.

No duelo brasileiro, o São Paulo deposita suas esperanças em seu poder defensivo, característica bem trabalhada pelo técnico Edgardo Bauza. O treinador, campeão da competição continental em 2014 com o San Lorenzo, ajeitou a defesa do tricolor e tem a vantagem de qualquer empate para se classificar, além das derrotas mínimas marcando gol fora.

A equipe mineira sabe o que é reverter placares adversos na libertadores. Na campanha do título, em 2013, o galo mostrou a força do “horto”. Robinho e o argentino Dátolo, voltando de lesão, devem ser esperanças de classificação do Atlético.

Partida de volta: Quarta-feira, 18 de Maio – Independência – 21:45 (horário de Brasília)

Pumas x Independiente Del Valle

Confronto menos equilibrado nas partidas de ida das quartas de final da libertadores. O Independiente Del Valle teve chances de abrir uma boa vantagem, mas desperdiçou. A equipe equatoriana ainda sofreu um gol em casa, o que deixa o duelo em aberto contra o Pumas.

Mesmo podendo empatar no México, o Del Valle não vai ter vida fácil. A equipe do Equador se classificou em um grupo difícil e ainda passou pelo forte River Plate, confirmando ainda mais que tem condições de avançar a semifinal.

O Pumas foi o segundo colocado na classificação geral da primeira fase. Em casa, os mexicanos têm a expressiva marca de 14 gols em quatro jogos. Para se classificar precisam de vencer por 1 a 0, pelo critério de gol fora.

Partida de volta: Terça-feira, 24 de Maio – Olímpico Universitário – 21:45 (horário de Brasília)

Boca Juniors x Nacional

Disputa entre as duas equipes mais tradicionais na, Libertadores da América, que ainda estão vivas na competição. O primeiro jogo foi quente, ressaltando a rivalidade entre argentinos e uruguaios. No campo, o 1 a 1 foi único empate das partidas de ida.

O Boca Juniors comemorou o resultado conquistado em Montevidéu. Um simples 0 a 0, na La Bombonera, classifica os xeneizes. E o retrospecto ainda é favorável, os argentinos, que estão invictos no torneio.

Depois de eliminar o Corinthians com dois empates, o Nacional tem a chance de repetir a dose. A igualdade com dois gols ou mais, classificam os uruguaios. O confronto deve ser repleto de rivalidade, novamente. Apesar de ser na Argentina, tudo pode acontecer.

Partida de volta: Quinta-feira, 19 de Maio – La Bombonera – 20:15 (horário de Brasília)

Comments