Corintiano assumido, Maércio Ramos “Morcegão” é um torcedor na imprensa

Torcedores na imprensa

Maércio Ramos Morcegão não esconde sua torcida (FOTO:Reprodução/ Instagram)

Por Rafael Campos

Há mais de 20 anos espalhando sua irreverência pelo rádio brasileiro, Maércio Daniel Ramos, mais conhecido como “Morcegão”, usa o jeito bem humorado para brilhar. Seja no entretenimento ou nas jornadas esportivas, cativa o público. Seu amor pelo Corinthians é claro, mas o profissionalismo fala mais alto, mantendo a boa relação com os ouvintes. Ele será o primeiro personagem da nossa série “Torcedores na imprensa”, que tem como objetivo retratar como funciona esse tipo de relação, entre paixão e informação.

Corintiano declarado, Maércio tem a admiração dos fãs, mesmo com a torcida. Basta visitar suas redes sociais para saber que seu coração é alvinegro. Apesar de não esconder a paixão, ressalta que não separa o sentimento da profissão, mas respeita os ouvintes. “Vibro com o Corinthians, mas no ar, que é quando estou trabalhando, falo a verdade, relato o fato, não opino”. Morcegão segue o caminho inverso daqueles, ligados ao jornalismo esportivo, que preferem usar times de menor expressão para esconder seus verdadeiros clubes do coração. “Não faço uso da mentira de torcer para o Juventus, Ponte Preta, Nacional”, declarou o repórter.

Torcedores na imprensa

(FOTO: Reprodução/ Instagram)

Inúmeras vezes esteve na beira do campo descrevendo jogadas do Corinthians. Títulos, vitórias, derrotas, goleadas, vexames… Torcedor que é, Maércio Ramos já sofreu muito em transmissões esportivas, principalmente na Libertadores da América de 2012. A busca pelo título inédito do torneio reforçou o sentimento de cada jogo. “A partida contra o Vasco, no Pacaembu, pela Libertadores, foi demais. Quase morri! No lance da chegada do Diego Souza na frente Cássio, ‘morri’ e em seguida, com a defesa, ressuscitei”, contou Morcegão.

Fiel torcida

Mais um louco no bando, o repórter da Rádio Globo se declarou a torcida corinthiana. Definindo como o “amor de sua vida” enalteceu a importância dos fieis ao alvinegro de Parque São Jorge. “A torcida é tudo. Ela não gosta de futebol, ela gosta é do Corinthians! Para o clube ela representa o 12º jogador”, ressaltou.

Comments