Como o coletivo do Barcelona ajuda as individualidades a quebrarem recordes

Barcelona mostra que é possível quebrar recordes jogando coletivamente

Por Vinícius Miranda

 

Na rodada inicial da Champions League 2016/17, o Barcelona teve, pela primeira vez na temporada, força máxima em campo para enfrentar um adversário. Luís Henrique colocou o que tinha de melhor em campo após sua equipe perder para o Alavés em casa (alguns titulares ficaram no banco de reservas). Jogo de Champions, Camp Nou, adversário acuado… show do Barça. Um impiedoso 7×0 contra o Celtic, atual campeão Escocês. Foi a maior derrota em torneios europeus da equipe, que é comandada por Brendan Rodgers nesta temporada. Além da goleada, no jogo de ontem, pudemos constatar que uma equipe que trabalha a favor do coletivo faz a maioria, senão todos, os seus jogadores se destacarem. Iniesta foi o maestro do meio campo, com a ajuda de Rakitic. A defesa, segura, não correu grandes riscos. Ter Stegen ainda pegou um pênalti. E o trio MSN… quebrou recordes.

 

Força do elenco

O time do Barcelona investiu pesado em jogadores que possam ser ótimas alternativas para os titulares. Na última temporada, o elenco curto fez com que a equipe chegasse nos momentos decisivos sem a mesma força que a fez atingir 39 jogos sem derrota. Na última rodada do campeonato espanhol, Luis Henrique rodou o elenco, deixando no banco Iniesta, Suarez, Messi e Mascherano. Apesar da derrota, os principais jogadores não se desgastaram mais do que o necessário, e chegaram “sobrando” para o jogo contra o Celtic. Confira os recordes:

 

Messi passa Cristiano Ronaldo

Contra o Celtic, Messi ultrapassou Ronaldo em dois quesitos. Maior número de Hat-Tricks na carreira. E maior número de Hat-tricks na Champions League. O argentino do Barça tem, agora, 42 na carreira, contra 40 de Ronaldo. Na UCL são seis contra cinco a favor de Messi.

Neymar supera Ibra

Do trio, Neymar foi quem menos balançou a rede. Apenas um tento na partida. Porém, compensou com grandes jogadas e deixou o campo com quatro assistências, assim como Ibra. Primeiro jogador da história a dar quatro assistências e marcar pelo menos um gol na história da Champions

Suarez também quebra recorde

Para não ficar para trás, Luis Suarez também quebrou um recorde: foi o primeiro atleta da equipe catalã a marcar em seis jogos consecutivos dentro do Camp Nou na história do torneio europeu

Equipe solidária

Apesar de vermos os três principais jogadores da equipe quebrando recordes, não vemos outros atletas passando menos a bola. O Barça mantém a forma de atuar, sempre privilegiando o coletivo. E o grupo, por entender a importância de trabalhar em equipe, continua crescendo. Neymar, por exemplo, poderia ficar descontente por ver Suarez e Messi abrindo vantagem na artilharia do torneio. Mas, ao continuar jogando coletivamente, distribuiu 4 assistências na partida, e quebrou o recorde de Ibrahimovic.

Comments