Adeus, Boleyn Ground! West Ham se despede de seu histórico estádio. E agora?

Hammers fazem ultimo jogo em Upton Park contra o Manchester United. A partir da próxima temporada, passa a mandar seus jogos no Estádio Olímpico.

Upton park destruído durante a Segunda Guerra. Crédito: West Ham/divulgação

Upton park destruído durante a Segunda Guerra. Crédito: West Ham/divulgação

Mudanças nunca são fáceis, ainda mais depois de 112 anos na mesma casa. Boleyn Ground, mais conhecido como Upton Park, viu glórias, rebaixamentos, reformas e até uma destruição e interdição na Segunda Guerra. Agora, vai sofrer um processo parecido com o que aconteceu com Highbury – o antigo estádio do Arsenal – e virar um conjunto de moradias e espaço de lazer.

Em 1944, durante a Segunda Guerra, um ataque alemão destruiu as arquibancadas e documentos históricos do clube. Depois da reconstrução, outras duas reformas ainda foram feitas – em 1969 e na década de 90, por exigências do Relatório Taylor. Por lá, surgiram alguns dos grandes do futebol inglês, que fizeram o clube ser conhecido como grande formador, “The Academy”. Bobby Moore, Geoff Hurst, Harry Redknap, Rio Ferdinand e Frank Lampard são alguns dos exemplos de jogadores que começaram a brilhar em Upton Park. Agora, os Hammers deixam Green Street e passam a jogar no estádio Olímpico de Stratford, construído para os Jogos de 2012.

E a torcida já deu a melhor resposta possível: esgotou os ingressos para a temporada 2016/17. A grande diminuição nos preços fez com que 52 mil season tickets fossem vendidos em pouco tempo. Os mais baratos custam £ 289 (£ 15 por jogo), o menor da próxima edição da Premier League – o Arsenal, por exemplo, cobra £ 2.013 pelo ticket para a temporada (£ 105 por jogo). Menores de 16 anos pagam £ 99, ou £ 5 por jogo. O West Ham atende a uma demanda de todas as torcidas durante a última temporada.

 

O novo contrato

David Gold e David Sullivan, proprietários do clube, sabem que conseguiram um grande negócio junto à Corporação Londrina de Desenvolvimento de Legado (LLDC, a sigla em inglês).  O West Ham terá que pagar uma única parcela de £15 milhões pelas obras de transformação que o estádio sofreu, e £2,5 milhões de aluguel por temporada (que cai pela metade em caso de rebaixamento). Toda a renda de ingressos é do clube e o valor das vendas de comida no estádio é divido da seguinte maneira: o LLDC fica com as primeiras 500 mil libras; a partir disso, a receita é dividida em 70-30.

Em caso de venda de naming rights, o LLDC fica com £4 milhões e divide o resto com os Hammers (50-50). Por jogo, o West Ham paga £100 mil, mas os custos operacionais são do LLDC. Existem variações de acordo com a posição final na tabela e as campanhas nas Copas. Depois de 20 anos, o aluguel cai em 40%.

Comments