Acredita na virada do Atlético? Lembre-se de 2014

 

Virada do Atlético-MG pode acontecer? (Foto:Bruno Cantini/Divulgação)

Virada do Atlético pode acontecer? (Foto:Bruno Cantini/Divulgação)

Por Felipe Frederico

O Brasil segue de luto. Ninguém esqueceu e nem vai esquecer a tragédia da Chapecoense, mas o futebol continua. Após o final de semana sem bola rolando pelo Campeonato Brasileiro, Grêmio e Atlético-MG entram em campo nesta quarta-feira (07), para decidir o título da Copa do Brasil. O jogo de ida foi no Mineirão, e o time visitante conseguiu uma surpreendente vitória por 3 a 1. Para quem acha que “já era”, o Galo tem um histórico recente que mostra ser possível uma grande virada.

O principal exemplo do poder de reação recente do Galo é o título da Copa do Brasil de 2014. Por mais de uma vez, o time precisou correr atrás do marcador, e sempre conseguiu a virada.

Atlético 4×1 Corinthians – Quartas de final – Copa do Brasil 2014 – 15/10

No jogo de ida, o Corinthians venceu por 2 a 0, em Itaquera. O Galo tinha a difícil missão de reverter esse placar no Mineirão. A tarefa ficou ainda mais complicada quando Guerrero, com apenas cinco minutos de jogo, abriu o placar para o Timão. Com isso, o time da casa precisava de três gols de diferença para se classificar, já que o Corinthians havia marcado fora de casa. Após o gol, pressão total do Atlético, e coube ao menino maluquinho, Luan, empatar o jogo e dar esperança ao torcedor do Galo.

Ainda no primeiro tempo, Guilherme arriscou de canhota de fora da área, contou com um desvio do zagueiro Felipe, e virou para o time da casa – 2 a 1. Já na segunda etapa, Guilherme, de novo, dessa vez de perna direita, marcou um golaço e colocou o time de Minas de vez na briga pela vaga. E foi aos 42 minutos da etapa final, com um gol de cabeça de Edcarlos, que o Atlético conseguiu a improvável virada e a classificação para a semifinal.

Confira os melhores momentos desse grande jogo:

Atlético 4×1 Flamengo – Semifinal – Copa do Brasil de 2014 – 05/11

Dessa vez parecia mais improvável ainda, e a história foi a mesma. Flamengo fez 2 a 0 jogando em casa. No jogo da volta, Mineirão lotado, Éverton abriu o placar para o rubro negro aos 33 do primeiro tempo, e a torcida do Galo começou a entoar o canto de “Eu acredito!”. Aos 41, ainda na etapa inicial, um cruzamento e Carlos empata o jogo, dando – mais uma vez – esperança para a torcida Mineira. Fim de primeiro tempo – 1 a 1.

A etapa final começou com a cara do Atlético-MG – pressão total. E logo aos 11 minutos, após bela jogada de Luan, Maicossuel virou para o Galo. Faltando apenas dez minutos para o término da partida, Dátolo ampliou para os mineiros com um belo chute – 3 a 1. E mais uma vez, quem decidiu foi Luan, após confusão na grande área rubro negra, o menino maluquinho desviou de perna direita e colocou o Atlético na grande final – 4 a 1.

Veja também os melhores momentos desse jogo:

Nesse ano, o Atlético foi campeão da competição, batendo o rival Cruzeiro na final. Para repetir o título, o Galo precisa reverter o placar fora de casa, diferente de dois anos atrás.

Comments