20 Prováveis Medalhas Brasileiras – #14 – Basquete Masculino

Geração experiente brasileira busca primeiro pódio de sua geração após bons campeonatos

A seleção brasileira de basquete é mais um time que tem boas chances de conquistar medalhas nestes jogos do Rio 2016. O experiente time é comandado pelo treinador argentino Rúben Magnano e vem de bons amistosos preparatórios, com vitórias sobre Romênia e Austrália, que possui jogadores conhecidos na NBA como Paty Mills(San Antonio) e Dellavedova(Cleveland)

 

Convocação Seleção masculina de Basquete

O treinador Rúben Magnano teve apenas Tiago Splitter, com uma contusão nas costas como desfalque antecipado. Cristiano Felício, jovem destaque brasileiro seria o convocado natural caso não tivesse escolhido jogar a Summer League. 

Durante a preparação para os jogos, Varejão apresentou hérnia de disco e foi cortado. Felício dessa vez aceitou a convocação e reforçará o time brasileiro, sendo esses os atletas que disputarão a medalha olímpica:

ARMADORES

Raulzinho (Utah Jazz), Marcelinho Huertas (Los Angeles Lakers) e Rafael Luz (Flamengo)

ALA-ARMADORES

Leandrinho (Golden State Warriors), Vitor Benite (Murcia)

ALAS

Alex Garcia (Bauru) e Marquinhos (Flamengo)

ALA-PIVÔS

Guilherme Giovannoni (Brasília) e Rafael Hettsheimeir (Bauru)

PIVÔS

Cristiano Felício (Chicago Bulls), Nenê (Washington Wizards), Vitor Faverani (Murcia) e Augusto Lima (Real Madrid)

Grupos Basquete Rio 2016

A equipe brasileira caiu no grupo 2, considerado o grupo da morte no basquete masculino, o que traz uma dificuldade grande para conseguir a classificação. Mas em caso de boa campanha nesta primeira fase, a chance de pegar um adversário menos complicado na etapa seguinte é boa. Um vacilo e os Estados Unidos podem ser o adversário na segunda fase, o que jogaria por terra a chance de medalha, já que em apenas duas edições de Olimpíadas, os norte-americanos não levaram o ouro. Veja os grupos:

 

Grupo A: França, Estados Unidos, Venezuela, Sérvia, China e Austrália

Grupo B: Argentina, Espanha, Brasil, Lituânia, Croácia e Nigéria

 

Quais jogadores podem se destacar?

O time brasileiro tem uma boa geração, com atletas de NBA que podem fazer uma ótima olimpíada. Nenê, experiente e com ótimas atuações nessa preparação pode ser um diferencial, já que se mostra bem fisicamente. Raulzinho e Huertas também veem em bom nível e a experiência de jogar na melhor liga do mundo parece ter ajudado a dupla a se desenvolver. Ainda temos o veterano Leandrinho, que costuma crescer com a camisa da seleção e Cristiano Felício, que a CBB apostou muito no garoto desde as categorias de base.

 

Basquete brasileiro na Olimpíada de Londres 2012

Nos últimos jogos olímpicos, a seleção fez uma ótima primeira fase(4v e 1D), classificando em segundo lugar, à frente da Espanha, e perdendo para a Rússia apenas no confronto direto. Foi eliminada pela seleção Argentina nas oitavas em um dos jogos mais duros de Londres. Terminou em quinto lugar na classificação geral

Data dos jogos de basquete masculino

 

Brasil x Lituânia – 7 de agosto – 15h15 – Arena Carioca 1

Brasil x Espanha – 9 de agosto – 14h15 – Arena Carioca 1

Brasil x Classificado do Pré-Olímpico 3 – 11 de agosto – 14h15 – Arena Carioca 1

Brasil x Argentina – 13 de agosto – 14h15 – Arena Carioca 1

Brasil x Nigéria – 15 de agosto – 14h15 – Arena Carioca 1

 

Regras do Basquete nas Olimpíadas

O basquete jogado nas olimpíadas é um pouquinho diferente do praticado na NBA. Confira todas as regras, dimensões de quadra nesse infográfico bem legal feito pelo Ministério do Esporte: http://goo.gl/LttPkO

 

 

 

 

Comments