20 prováveis medalhas brasileiras – #01 – Vôlei feminino

Atuais bicampeãs olímpicas, meninas chegam com favoritismo para Jogos do Rio. Líbero Fabi analisa possibilidades

Por Bruno Louzada

Dois ouros Olímpicos consecutivos, três pódios nos últimos campeonatos Mundiais e atuais campeãs do Grand Prix. Além disso, um dos melhores técnicos da história do esporte. Experiência não falta. Mas a pressão também é grande. Jogar em casa é um fator positivo para todos os esportes, pelo menos em teoria.

Na primeira conquista, o time chegava em situação bem diferente: as derrotas para a Rússia na semifinal dos Jogos Olímpicos de Atenas-2004 e na decisão do Mundial-2006 e para Cuba na final dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro-2007 deixaram a seleção brasileira feminina de vôlei com uma fama: a de perder o controle nos momentos decisivos. Aquele time espantou seus fantasmas e fez história. Perdeu apenas um set durante a competição, fez 3 a 0 na algoz Rússia, e venceu os EUA na final.

O segundo ouro veio para consagrar de vez uma geração. O roteiro, dessa vez, foi mais sofrido. A vitória por 3 a 2 sobre a Rússia, nas semifinais, embalaram o time. Naquele jogo, as meninas salvaram seis match points, numa atuação brilhante de Sheilla. Na final, uma virada com autoridade sobre os Estados Unidos. Segundo título, e ninguém poderia mais duvidar daquele grupo.

LEIA TAMBÉM ->Brasil tem final de semana de ouro no vôlei

As principais adversárias na busca pelo terceiro título serão Estados Unidos e Sérvia. A Rússia corre por fora. O grupo da seleção brasileira conta com Rússia, Japão, Coréia do Sul, Camarões e Argentina. O torneio de vôlei acontece de 6 a 21 de agosto.

LEIA TAMBÉM ->Faltando 20 dias para as Olimpíadas, quem merece acender a pira?

Confira abaixo a entrevista com Fabi:

O técnico Zé Roberto Guimarães convocou 19 atletas para os Jogos, numa lista ainda não definitiva. Confira os nomes:

Levantadoras
Dani Lins (Osasco)
Fabíola (Sem clube)
Roberta (Rio de Janeiro)
Naiane (Minas)

Centrais
Fabiana (Sesi-SP)
Thaisa (Osasco)
Juciely (Rio de Janeiro)
Carol (Rio de Janeiro)
Adenízia (Osasco)

Opostas
Sheilla (Vakifbank-TUR)
Tandara (Minas)
Monique (Rio de Janeiro)

Ponteiras
Natália (Rio de Janeiro)
Fernanda Garay (Dínamo Moscou-RUS)
Jaqueline (Sesi-SP)
Gabi (Rio de Janeiro)
Mari Paraíba (Volero Zurich)

Líberos
Camila Brait (Osasco)
Léia (Minas)

Comments